The Babbel Blog

language learning in the digital age

Aprendendo uma língua por amor: sua língua é sexy ou não?

Posted on May 12, 2015 by

LoveSurvey_Image_1200x600

Nelson Mandela não poderia ter dito melhor:

Se você falar com um homem numa língua que ele entende, a mensagem entra em sua cabeça. Se você falar com ele em sua própria língua, a mensagem entra em seu coração.

Provavelmente, ele se referia a coisas maiores que romances de férias, mas bom conselho é bom conselho.

(more…)

Retratos de usuários: Andrea, viajando o mundo inteiro pelas crianças

Posted on April 29, 2015 by

Retratos de usuários

A série retratos dos usuários da Babbel traz pequenas passagens das vidas dos nossos usuários e suas razões para aprender um novo idioma. Se você quiser dividir sua história conosco, escreva-nos um comentário. Nessa edição, vamos apresentar o Andrea Caschetto. Este jovem de 24 anos, da cidade de Modica, viaja o mundo inteiro para ajudar crianças e aprende novas línguas para poder comunicar-se melhor com as pessoas que ele ajuda.

(more…)

Porta-Retrato: Clara de Munique está aprendendo português por amor

Posted on April 23, 2015 by

Retrato

A série retratos dos usuários da Babbel traz pequenas passagens das vidas dos nossos usuários e suas razões para aprender um novo idioma. Se você quiser dividir sua história conosco, escreva-nos um comentário. Nessa edição, vamos contar a história da Clara de Munique, uma jovem de 21 anos que está aprendendo português por uma das mais lindas razões – o amor ao marido brasileiro, Gabriel.

(more…)

Páscoa internacional: Afinal, quem traz os ovos de Páscoa?

Posted on April 2, 2015 by

Páscoa

A Páscoa é comemorada em vários lugares do mundo. Trata-se originalmente de uma festa cristã que remete à reissurreição de Jesus Cristo e por isso, é repleta de símbolos e tradições cristãs. Porém, ao longo dos anos, surgiram em vários países diferentes costumes, histórias e símbolos relacionados à Páscoa. Na Alemanha, por exemplo, ao pedir-se a uma criança que faça um desenho que lembre a palavra “Páscoa”, muito provavelmente, ela vai começar a desenhar ovos de Páscoa e o coelho da Páscoa. Mas o que viria primeiro à mentede uma criança da Itália ou da França? Afinal, como são os dias de Páscoa das pessoas de diferentes países onde se comemora a Páscoa? Existem pratos típicos de Páscoa? E principalmente: quem traz os ovos de Páscoa afinal?

(more…)

Retrato: Andrea de Bolonha – Esporte e espanhol

Posted on March 19, 2015 by

Retrato

Nós estamos lançando uma série de retratos dos usuários da Babbel – pequenas passagens de suas vidas e suas razões para aprender um novo idioma. Se você quiser dividir sua história conosco, escreva-nos um comentário. Hoje vamos mostrar a história de Andrea. O bolonhês de 35 anos, apaixonado por esportes e idiomas, aprendeu espanhol para o seu trabalho… em apenas três semanas! Aqui, ele nos conta como se saiu.

(more…)

Babbel para Apple Watch: chegou a hora do aprendizado contextual

Posted on March 11, 2015 by

PR_AppleWatch_1200

 “O Apple Watch é o aparelho mais pessoal que já criamos.” – Tim Cook

Como foi anunciado na página oficial da Apple a Babbel fará parte dos primeiros aplicativos disponíveis para o Apple Watch que chegarão ao mercado em abril. Enfim, é hora hora de contar um pouco sobre isso…

(more…)

Histórias do Dia de São Valentim na Europa

Posted on February 13, 2015 by

histórias-do-Dia-de-São-Valentim

O Dia de São Valentim é o dia em que se celebra a união amorosa e, em alguns lugares, também a amizade. Neste dia, é comum a troca de cartões e de presentes. O Dia de São Valentim é comemorado em 14 de fevereiro. Já no Brasil, este dia corresponde ao Dia dos Namorados, que e é comemorado em 12 de junho, véspera do Dia de Santo Antônio, que  também é conhecido como “Santo Casamenteiro”. Conheça um pouco sobre o Dia de São Valentim e suas tradições pela Europa!

(more…)

Retrato: TJ, de Albany, Nova Iorque

Posted on February 11, 2015 by

Retrato

Nós estamos lançando uma série de retratos de usuários da Babbel – onde eles mostram um pouco de suas vidas e as razões pelas quais eles estão aprendendo um novo idioma. Se você também quiser dividir sua história conosco, nos deixe um comentário. Este é o mês em que celebramos o Dia de São Valentim ou Dia dos Namorados: uma boa razão para entrevistar TJ, um engenheiro de software de 26 anos de Albany, Nova Iorque, que está aprendendo norueguês por uma razão muito especial, Mari, da Noruega.

(more…)

Retratos de usuários: Michèle e André, aposentados muito ocupados

Posted on January 30, 2015 by

Retratos de usuários

Nós estamos lançando uma série de retratos de usuários da Babbel de vários lugares do mundo – uma foto instantânea de suas vidas, a razão pela qual decidiram aprender um idioma novo. Se você quer compartilhar sua história conosco, escreva-nos um comentário. Este mês, entrevistamos a Michèle de Caen na França e o André do Quebeque. Michèle e André não se conhecem, mas têm muitas coisas em comum. Os dois têm 65 anos e se aposentaram recentemente. Os dois adoram viajar. Eles estão aprendendo espanhol com a Babbel para aproveitar ao  máximo suas viagens pelo mundo.

(more…)

Retrato: Daniela em Bruxelas

Posted on December 17, 2014 by

Daniela em BruxelasOs Retratos de usuários da Babbel são histórias extraídas da vida de pessoas do mundo inteiro. Se você quiser nos contar sua história, basta escrever um comentário abaixo. Este mês, nós falamos com a Daniela Schaller, que mora há alguns meses com seu marido e seu filho pequeno em Bruxelas, e que aprendeu holandês na Babbel em um piscar de olhos.

Eu comecei a aprender holandês na Babbel em maio de 2013. Na época, eu não fazia ideia de que um dia, eu viveria na Bélgica. Eu, simplesmente, sempre achei o idioma interessante. E o casamento de uma amiga com um holandês foi o pontapé inicial para os meus estudos. Eu queria aprender um pouco de holandês para poder conversar pelo menos um pouquinho com o noivo e com os convidados holandeses.
Foi uma ótima coincidência quando meu marido recebeu a proposta de emprego no Parlamento Europeu de Bruxelas.

Quando eu cheguei em Bruxelas, eu quis me matricular no curso para iniciantes A1 ou A2. Mas quando eu fiz o teste de nivelamento em um curso de idiomas, eles me classificaram como B1 ou até mesmo B2, ou seja, nível avançado. E eu tinha estudado só na Babbel. Aqui em Bruxelas tem um monte de cursos de holandês para iniciantes, mas infelizmente quase não tem curso para o nível avançado. Pelo menos não, que eu possa fazer sem problemas de horário, já que eu tenho um filho pequeno que tenho que buscar no jardim de infância diariamente. Por isso, eu simplesmente continuo estudando com a Babbel.

O que me agrada muito na Babbel é exatamente isso: poder integrar os estudos ao meu diaadia. Quando nós ainda morávamos em Potsdam (cidade próxima a Berlim), eu sempre estudava no trem a caminho do meu trabalho em Berlim. Mas eu também gosto de sentar e estudar uma meia horinha em casa, enquanto meu filho Nikolai brinca ou dorme.

Aliás, o Nikolai está aprendendo francês na escolinha. Em Bruxelas, se fala principalmente francêse raramente holandês. Por isso, pouco antes da mudança, eu comecei a avivar meu francês da época de escola com a Babbel. Isso realmente me ajuda muito porque eu tenho que falar francês diariamente aqui: desde o início, na procura por um apartamento em Bruxelas, até na hora de fazer compras, durante os trâmites nas repartições públicas ou como agora, no pediatra. Mas o inglês também é sempre falado, por exemplo, quando se trata de formulários de inscrição, ou quando a professora do meu filho percebe que o francês dela está rápido demais para mim.

Meu marido está começando agora a aprender francês no trabalho, apesar do alemão também ser muito falado lá. Provavelmente, o Nikolai vai falar francês antes do pai! Na escola, ele já fala “Maman” para mim e já sabe contar até treze. Ele também já começou a aprender muitas expressões com as outras crianças. Ele sempre fala: “Pois é, as outras crianças, elas todas falam uma língua esquisita.”

 

Se você quiser nos contar sua história, basta escrever um comentário abaixo!

- Traduzido do alemão por Gracielle Farah