The Babbel Blog

Features and courses

Nova Iorque, Havaí e São Francisco – uma viagem pelos EUA com o curso da Babbel Turismo nos Estados Unidos

Posted on August 7, 2015 by

Curso Turismo nos Estados Unidos

Você nunca esteve em Nova Iorque? Então, está na hora! Com o curso Turismo nos Estados Unidos, você pode fazer um pequeno tour pela grande metrópole do litoral leste americano sem sair de casa. Nessa viagem, você conhece os pontos turísticos locais, assim como palavras e frases que podem ser úteis na “Big Apple”. Por exemplo: “How many stories does the Empire State Building have?” (Quantos andares possui o Empire State Building?) ou “I want to go jogging in Central Park!” (Eu quero ir correr no Central Park!).

(more…)

Gírias americanas

Posted on July 22, 2014 by

Gírias americanasO novo curso da Babbel, gírias americanas, ensina você as expressões e frases americanas mais utilizadas no dia a dia. E a pergunta que não quer calar: por que algo que é fácil é ‘um pedaço de bolo’ ?

Aqui estão algumas das (possíveis) origens de algumas clássicas expressões americanas. Aprenda-as, mas ‘with a grain of salt’! (com um pouco de desconfiança)

 

broke – não ter dinheiro ou estar falido

Muitos bancos na Europa pós Renascença davam aos seus clientes pequenos azulejos de porcelana com o nome da pessoa, limite de crédito e o nome do banco. Pense em cartões de crédito apenas mais pesados. Os clientes traziam os azulejos quando eles queriam dinheiro emprestado e, caso passassem do limite, o caixa literamente os quebrava.

(more…)

Por que gramática (e brócolis) são bons para você

Posted on May 27, 2014 by

gramáticaNeste mês, a Babbel se concentorou na gramática e está publicando uma série de cursos bons para a saúde. Há também novos cursos de pronúncia, cursos de aprofundamento de italiano e „falsos amigos“.

 

Pobre brocólis, tão desprezado no mundo culinário. Apesar de ser extremamente bom para a sua saúde e, até mesmo, ser a comida preferida do presidente Obama, o brocólis é ainda insultado pelas crianças do mundo todo – e também por alguns adultos.

Mais ou menos como a gramática. Anos sendo forçados a conjugar verbos ou sendo massacrados com livros do tamanho de listas telefônicas e os eternos „decorebas“, deixaram marcas profundas que nos fazem nos perguntar, até hoje, se tudo isso vale a pena.

Mas a gramática não é um bicho de sete cabeças e não precisa nos intimidar. O truque é aprender da maneira correta.

(more…)