The Babbel Blog

language learning in the digital age

Você está indo torcer por algum time na França? Leia isso, primeiro

Posted on June 7, 2016 by

Futebol

Esta semana, milhões de fãs do futebol europeu vão à França para o início do Campeonato Europeu de Futebol. Então, claro que nós da Babbel, como veementes estudiosos de idiomas e amantes das culturas, nos sentimos na obrigação de ajudar você, onde pudermos. Por isso, nós elaboramos uma lista simples de coisas que se deve e não se deve fazer como visitante. Se um número significativo de pessoas se guiar por esta lista, a vida será mais fácil para os anfitriões também.

 

O que fazer

 

Conheça os (falantes) nativos

Ok, você pode não querer ficar íntimo dos franceses, suíços ou belgas se seu time jogar contra eles. Mas o que tem de mais em assistir a outros jogos com eles au (no) bar? E já que estamos falando da França, que tal provar um vinho em vez da cerveja trivial do intervalo?

Encontrar o bar certo que transmita os jogos não deve ser muito difícil – basta entrar e dizer “Bonjour”, e então perguntar: “Sera-t-il possible de regarder le match de foot ici ce soir ?” Você não só receberá um oui ou non como resposta, como também conquistará de cara o pessoal do bar. Se você for ficar um tempinho na mesma cidade, essa é uma jogada inteligente.

Aprenda algumas palavras e expressões

Bem, você achou o bar certo, um bom lugar, um vinho barato (um pouco melhor do que o de casa, bien sûr), e está pronto para ver o jogo com seus novos amigos francófonos. Mas como você vai sobreviver a isso sem algumas frases úteis? Nós temos certeza de que se pode fazer muito com pouco, quando se trata de línguas. Então, aqui vai uma ajudinha:

  • Nettoyer les toiles d’araignées – “limpar as teias de aranha” –  marcar um gol no canto superior direito
  • Avoir des gants en peau de pêche – “usar luvas de pele de pêssego” – diz-se do goleiro que deixa a bola escapolir com frequência
  • Planter sa tente – “armar a tenda” – diz-se do atacante que está impedido pela quinta vez
  • Sortir une biscotte – “tirar um biscoito” – esta é sobre o árbitro: significa que ele está puxando um cartão. A origem desta expressão não é muito certa. Mas um bolso cheio de biscoitos não é má ideia em um país cheio de queijo.              

Prepare-se para o pior

Sem querer ser estraga-prazer, há 24 times querendo o título. Os fãns de 23 deles vão voltar para casa no mínimo desapontados. Mesmo as cobranças de pênalti mais emocionantes não precisam arruinar a viagem inteira. Há muito o que fazer na França nos meses quentes de verão: jogar pétanque (petanca), por exemplo – principalmente se você estiver no sul. Futebol não é o único jogo importante (e com ele você nem pode segurar uma bebida enquanto joga).

 

O que não fazer

 

Seguir a massa

Basta colocar um bocado de pessoas do mesmo país juntas e elas provavelmente vão se unir. Isso é muito bonito, mas você vai tirar mais proveito de sua viagem se você se separar da massa, passear por aí, conhecer pessoas locais e visitar os pontos turísticos. Afinal de contas, há um monte de cidades-sede que você dificilmente voltará a visitar – aproveite a oportunidade para explorá-las!

Acreditar nos clichês

Sobre as cidades menos visitadas, não seja bobo de achar que todos os franceses são como les parisiens – e jamais deixe que alguém ouça você dizer que isso. Deixe qualquer estereótipo que você tenha sobre os franceses de lado (mesmo que alguns deles sejam verdade) e esteja ciente de que trata-se de um lugar diversificado. A maioria dos clichês (ou até todos) pode não se aplicar às pessoas da região onde você está. Vale a pena repetir: conheça as pessoas e tire suas próprias conclusões.

Esperar que todos falem inglês

Mais uma vez, isso varia de acordo com a região. Em Paris, claro, há ruas onde qualquer atendente de bar fala um inglês perfeito. Entretanto, em uma grande parte do país, você vai ter dificuldade em encontrar alguém que fale inglês. Mas não se preocupe, pois provavelmente você vai precisar de menos francês do que você pensa para entender e se fazer entender. E a cada conversa, seus conhecimentos e sua autoconfiança crescerão. Bem conveniente, não?

Não perca tempo e comece agora seu curso de francês para as férias, e não esqueça de baixá-lo com antecedência em seu dispositivo móvel para evitar gastos com taxas de roaming.

 

Leave a Reply