The Babbel Blog

language learning in the digital age

Eis como planejar uma viagem linguística personalizada para a Inglaterra!

Posted on September 5, 2016 by

séjour linguistique

Você tem um grande objetivo: melhorar consideravelmente seu inglês. Você não quer estudar em casa, mas, sim, falar com nativos, estar rodeado pela cultura – resumindo: você quer mais! Viver na Inglaterra, falar o idioma, conhecer as pessoas de lá e se aprofundar na cultura. Então, uma coisa está clara: esse é o momento de fazer uma viagem linguística para a Inglaterra. Você deve estar se perguntando, como se faz isso. No texto a seguir, nós mostramos detalhadamente com algumas dicas – step by step.

 

1. Motive-se e aprimore seus conhecimentos do idioma

Você decidiu fazer uma viagem linguística. Neste momento, você está organizando tudo sobre a viagem, fazendo reservas e roteiros. Você mal pode esperar para partir – mas ainda falta um bocado. Porém, antes de perder a paciência, você pode fazer muita coisa: Prepare-se um pouco e tente trabalhar a sua motivação e seus conhecimentos de inglês. Para isso, há alguns truques e dicas bem práticos que foram elaborados pelo especialista em aprendizagem de idiomas da Babbel, Matthew Youlden, que fala dez idiomas fluentemente e domina um total de 20 idiomas:

Tudo se mantém e cai de acordo com sua motivação

Ao aprender um novo idioma, a motivação e a paixão pelo idioma são fatores importantes que vão impulsionar você. Então, primeiro, estabeleça a razão pela qual você gostaria de aprender inglês e persevere!

O método de 360°

Adquira alguns conhecimentos básicos ou refresque seu vocabulário e seus conhecimentos de gramática antes da viagem. É muito útil mergulhar completamente na língua e se cercar de inglês por todos os lados. Tente pensar, escrever e falar em inglês. Neste caso, a Babbel é perfeita: você pode, já desde o início, escrever e falar. E o recurso de reconhecimento de voz ajuda você com a pronúncia correta.

Use mídias em inglês: De qualquer tipo: veja filmes em inglês, leia em inglês livros, artigos, jornais, revistas, etc.

Estimule a criatividade: Tente traduzir uma ou outra música em inglês e, sempre que puder, tente falar inglês. Converse sozinho em inglês. Configure o idioma do seu celular para inglês.

Procure um tandem

Muitas pessoas procuram na internet uma espécie de parceiro linguístico para revisar ou aprender um idioma. Em cidades grandes, há grupos de encontro de inglês quase diariamente, onde os interessados encontram-se em um bar e falam exclusivamente em inglês. Se você ainda tiver tempo suficiente antes da viagem linguística, procure um parceiro de tandem sem falta. Quem sabe você pode ter sorte e encontrar um parceiro para treinar o idioma antes e também depois da sua viagem linguística. Quem não arrisca, não petisca!

 

Resumindo: tudo o que você fizer para se preparar é positivo e só vai te impulsionar. Aliás, isso também vale para o tempo durante a viagem. Também aqui, você deve falar inglês sempre que possível – no supermercado, na padaria, no pub, na boate, e até com seus colegas brasileiros ou portugueses que frequentam o curso de inglês com você. Especialmente útil, é conversar com os locals ingleses. Aqui vale a regra “seja cara de pau”! Lógico que seu inglês pode não ser perfeito, mas todo nativo vai relevar se você não falar 100% certo. Também é de suma importância fazer os trabalhos de casa do curso de inglês, assim como fazer exercícios extras de vez em quando. Afinal, como todos nós sabemos: a prática faz o mestre (em inglês).

 

2. A cidade

Junto à motivação, há uma outra questão importante: Para que cidade da Inglaterra? A escolha é um dilema, pois em toda grande cidade inglesa existem cursos de idiomas em massa. Que tal Londres, a capital da Inglaterra? Ou talvez Cambridge, a linda cidade de estudantes cheia de charme? Ou você gosta mais de coisas clássicas? Neste caso, Oxford seria ideal. Melhor no litoral? Então, Brighton também seria uma opção. Em resumo: existem inúmeras cidades onde você pode fazer um curso de inglês. A decisão é sua – felizmente!

 

3. O curso de idiomas

Antes de você se decidir por um curso de inglês, considere o seguinte: pense bem sobre o que você espera da sua estada. A oferta dos cursos de idiomas é bem variada, e você normalmente pode elaborar um programa totalmente personalizado para você. Ou seja, existe uma oferta perfeita para cada um – desde iniciantes, passando por cursos individuais até cursos avançados e voltados para os negócios (business courses).
Normalmente, os cursos são super bem equipados – tanto em relação ao material didático, quanto ao corpo docente, que geralmente é formado por nativos. Isso garante o máximo de êxito dos alunos. As turmas dos cursos variam, em média, entre oito e doze alunos e são muito internacionais. Então, o inglês é o idioma comum utilizado para as conversas entre todos os participantes, e isso melhora seus conhecimentos da língua mais rápido ainda. Sendo assim, não deixe de  continuar falando inglês também depois da aula.

 

4. A duração

Um ponto também importante em relação à viagem linguística é a duração. Por isso, pense com cuidado sobre isso com antecedência! Naturalmente, isso também depende de quanto tempo você pode investir. Uma viagem linguística para a Inglaterra dura sempre no mínimo uma semana – em média, duas a três semanas. Mas também é possível obter uma estada linguística um pouco mais longa, isto é: de um mês ou mais. Lembre-se: quanto mais longa sua estada linguística na Inglaterra, melhores serão seus conhecimentos em inglês.

 

5. Os custos

Quanto você quer gastar com seu curso de inglês na Inglaterra? Verifique suas finanças com antecedência e pense bem sobre a quantia que você gostaria de investir. Em princípio, deve-se calcular cerca de 2.184 reais por semana, incluindo curso de inglês e hospedagem. O custo exato depende das suas exigências individuais: que tipo de hospedagem você prefere? Na casa de uma família, em um alojamento estudantil ou em um apartamento individual? Você quer fazer um curso específico? Você gostaria de ir para uma cidade especial? Tudo isso são fatores que podem baratear ou encarecer seu curso de idiomas.

 

6.  A reserva

Você pensou em tudo e tudo está claro. Agora, vem a execução. Você pode ou fazer tudo sozinho, ou seja, você mesmo reserva o curso e a hospedagem, ou você pode contratar o serviço de uma das muitas agências da área de intercâmbio. Naturalmente, trata-se de um serviço pago! Em compensação, essas agências cuidam realmente de tudo, de A a Z: do voo,  da hospedagem, do curso, dos seguros necessários e eles ainda estão sempre à disposição em caso de necessidade durante a viagem.

 

Resumo:

Organize cada detalhe de sua viagem linguística para a Inglaterra, esclarecendo todos os pontos importantes. Só assim, você pode ter a certeza de encontrar o pacote de viagem linguística adequado para você. Então, reserve um tempinho para moldar a viagem perfeita para você. Dessa forma, sua estada na Inglaterra será sucesso garantido!

————————————————————————————————————————–

Não importa se você pretende refrescar e aprofundar seus conhecimentos da época da escola com os cursos de inglês, se você tem interesse em cursos para iniciantes ou se você gostaria de refrescar seus conhecimentos gramaticais com  – com a Babbel, você pode se preparar muito bem para sua viagem linguística!

—————————————————————————————————————————-

Sobre a autora: Sarah Landrut é responsável pelo guia www.sprachreisenengland.net que apresenta dicas e truques para uma estada (seja ela Work and Travel, Internate, Intercâmbios Escolares, Estágios, Viagens Linguísticas para Deficientes) na Inglaterra. Ela é alemã, mas estuda e trabalha em Manchester e em seu site, relata sobre suas experiências na Grã-Bretanha.

Sarah

 

Sarah Zwei

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply