The Babbel Blog

language learning in the digital age

Porque aprender um idioma deveria ser uma resolução de Ano-Novo

Posted on December 8, 2014 by

Ano Novo, Língua Nova

O ano está chegando ao fim e já entramos naquele clima de nostalgia em que começamos a olhar para trás e pensar. O que fizemos esse ano? Os sentimentos se misturam. Podemos estar orgulhosos de nós mesmos e sentir-nos satisfeitos ou, talvez, também um pouquinho arrependidos por isso ou aquilo. Você conseguiu receber aquele aumento , encontrou aquela pessoa especial, escreveu seu livro? Ou você ainda está sentado no sofá comendo biscoitos recheados, assistindo novelas e pensando porque deu tudo errado?

Bom, agora o melhor é deixar para lá. O novo ano traz consigo sua própria dinâmica, uma certa magia que mistura um senso de compromisso e a possibilidade de mudanças. A verdade é que para todos os clichês, promessas e simpatias que cercam a passagem do ano, se você estabelecer as metas certas vocêpode se surpreender com seu efeito motivacional.

Assim, vou partir do princípio que, entre todas as suas resoluções de Ano-Novo, você esteja pensando em aprender um novo idioma. Uma boa ideia, talvez algo que você queira fazer há muito tempo, talvez até algo que você tenha empurrando com a barriga até agora. Mas o pequeno diabinho dentro de você não para de sussurrar, mas para quê? Para quê? Há milhões de coisas lutando pelo seu tempo e atenção e outras tantas na sua lista de coisas a fazer, sem mencionar o acúmulo de fotos de gatinhos fofinhos para olhar e admirar. Por que aprender um idioma deveria estar no topo da lista?

Pois bem, querido diabinho, aqui estão os porquês.

 

1. MOSTRE-ME O DINHEIRO

Ano Novo, Língua Nova

Vejamos o outro lado da moeda do aprendizado de idiomas, apenas por um instante, longe da emoção de  bater um papo com um parisiense bonitão ou de pedir uma margarita em um espanhol perfeito. Habilidades linguísticas podem ser o diferencial no mercado de trabalho. Análises recentes sugeriram que um segundo idioma pode aumentar o salário inicial em até 2% e permanece relativamente lucrativo durante toda a sua vida profissional. Idiomas possuem, além disso, valores diferenciados no mercado; com alemão, por exemplo, você consegue um aumento de até 3,8%.  Assim desperte o seu Gordon Gecko interior (personagem do filme Wallstreet: o dinheiro nunca dorme) e da próxima vez que você viralguém aprendendo verbos franceses, prepare sua piadinha sobre como o capitalismo cruel não conhece limites.

 

2. Mais em forma. Mais feliz. Mais produtivo.

Ano Novo, Língua Nova

Por que você deveria gastar parte do tempo livre que você tem para jogar bola, folhear revistas ou tirar fotos, aprendendo idiomas? Simplesmente, porque isso é bom para você. Pronto, está falado. Aprender idiomas melhora as funções cerebrais em uma série de áreas: sua habilidade para resolver problemas, tomar decisões, fazer várias tarefas ao mesmo tempo, trocar de idiomas, isso sem mencionar sua percepção, atenção, concentração e memória. Se você for mais velho, isso ajudará a evitar a demência e aumentará sua reserva cognitiva. Se você está preocupado achando que não dá mais tempo para isso, você deixou o barco passar, não fique: um estudo recente da Universidade de Edimburgo descobriu vários benefícios na área cognitiva independente da idade (mais jovem ou mais velho) em que o segundo idioma foi aprendido.

Basicamente, isso fara de você um super-homem ou uma mulher-maravilha.

 

3. Uma matrícula em uma academia para exercitar sua mente

Ano Novo, Língua Nova

Você já se matriculou em uma academia e não foi às aulas? A tendência é que a carteirinha ou cartão de identificação fique mofando no fundo da gaveta por alguns meses, enquanto você, com um sentimento de culpa enorme, fica pensando em como sair dessa. Então, por que você não tentar fazer algo mais fácil, mais barato e que também traga algum benefício pessoal? Você não precisa de tênis caros, nem pagar 100 reais por mês para exercitar a sua mente. Você pode fazer isso quando quiser, em qualquer lugar, e observar um desenvolvimento real com somente dez minutos de estudo por dia. A verdade é que o seu cerébro agradece. É melhor aprender regularmente em doses pequenas do que um muito de uma vez – você memoriza mais. É como se seu cérebro quisesse que você fosse meio preguiçoso e o deixasse um pouco em paz.  Quem pode julgá-lo por isso?

 

4. Amplie seus horizontes (Trainspotting Version)

Ano Novo, Língua Nova

Escolha um idioma. Escolha uma cultura. Escolha museus, filmes, caos. Escolha filosofia e romance. Escolha bebidas em bares enfumaçados e beije estranhos na chuva. Escolha cachoeiras, desertos, pores do sol. Escolha entender o que é que o motorista de ônibus está dizendo. Escolha terras desconhecidas, novas sensações, comidas que você nunca provou. Escolha olhar no espelho um dia e ver uma história em cada ruga. Escolha as lembranças que você quiser.

Escolha seu futuro. Escolha um idioma.

 

5. É bem mais fácil do que parar de fumar ou beber (de verdade!)

Ano Novo, Língua Nova

Meu antigo professor de francês sempre fazia a mesma promessa de Ano-Novo e ela sempre dava incrivelmente certo: beber e fumar mais. Mas a maioria de nós, pobres mortais, acordamos no primeiro dia do ano com uma ressaca leve (ou não) e a determinação de acabar com os nossos vícios. Quantas vezes você prometeu a si mesmo que este ano você vai parar de beber/ fumar / olhar fotos de gatinhos fofinhos? Não é fácil prometer e cumprir, não é mesmo? Isto porque, esse tipo de promessa gira em torno da auto-negação, algo humano, algum vício que geralmente não é bom para você. Sua promessa vai por água abaixo, se você não entrar com corpo, alma e coração. Isto não quer dizer que você não deva fazer esse tipo de promessa mas você não deveria focar somente em coisas que você quer cortar da sua vida.

Obrige-se a fazer uma promessa de Ano-Novo positiva neste ano – comece aprendendo aquele idioma que você sempre quis aprender. Estabeleça objetivos pequenos e alcançáveis: ler Dostoyevsky em russo pode ser um passo muito grande, mas ler pequenas notícias de jornais já pode ser realista. Separe dez minutos do seu tempo por dia e você ficará surpreso com que rapidez você vai chegar lá.

 

Você já fez uma promessa de Ano-Novo para aprender um novo idioma? E o que aconteceu? Deixe um comentário!

Traduzido do inglês por Camila Nobiling.

 

Comments

Isso que é saber incentivar! Obrigada pela força. Pretendo por em pratica o meu desejo de aprender alemão.

preciso saber se tem curso presencial. caso tenha, preço, da matricula, e da mensalidade tempo de duração, dias etc. abraços

Desejo matricular-me no curso de Ingês

Obrigada pelo e-mail e parabéns pelo incentivo. Para mim serviu como um puxão de orelhas, pois estou escrita em alguns cursos e não estou fazendo o meu “dever de casa” como deveria. Prometo que em 2015, mudarei minha maneira de estudar idiomas.
Um Feliz 2015 para equipe de Babbel e colegas alunos pelo mundo afora.

Sim, estou estudando, sim faço academia e não encontrei emprego

Não consegui me matricular neste curso, mais ainda pretendo

Parabéns pelo artigo. Sou apaixonado pelo idioma alemão. Faço sempre o possível para manter-me em contado com o idioma. O artigo me encorajou a planejar melhor meus estudos. Estudo por outro site, mas gostaria muito de fazer o curso de alemão aqui com vocês. Boas festas para toda a equipe da BABEL.

Auguri a tutti de la Babbel e uno buon Anno Nuovo.
Grazzie e tanto!
Cecília

Parabéns pelos seus serviços equipe babbel gostei do artigo, e obrigadi pelo incentivo. Este ano foi ótimo para mim nos meus estudos consegui pegar o meu certificado de técnico em edificações e seu Deus quiser breve pegarei o certificado de english técnico pois trabalho na construção civil na qual sou encarregado de obra e com english tecinico vai me ajudar bastante no meu futuro.equioe babbel. I wish for everybody a merry cristimas day and a happy new year by se you next summer.

Parabéns, o artigo está sim legal e motivador, a abordagem nos faz refletir e ver que somos todos iguais, sempre os mesmos medos e receios e sonhos… Temos que pensar assim: O quanto eu quero aprender um novo idioma? Em quanto tempo eu quero estar conversando em inglês? Depende de mim e ninguém mais, as ferramentas são infinitas… Ah e por favor, ignorem certos comentários… 😛

tremendo mal gosto dizer q as pessoas tem um diabinho dentro delas e o pior vcs chama-lo de “querido”…..o Brasil tem 60% da nação evangelica e 90% cristã, o site é lindo a metodologia bacana, mas a critica é p ajudar….a abordagem ta tosca….

Sempre gosto de aprender, gosto de descobrir novas opções, novos idiomas, no entanto o tempo não é meu grande aliado. E começar e não continuar cursos em outros idiomas por computador vem habito na minha vida quando visitei a babbel estava apenas interessada em saber o significado e pronuncia de uma palavra em alemão um trabalho de Vinicius de moraes incluia esta palavra em um trabalho de meu filho da 2ºsérie.

Leave a Reply