The Babbel Blog

language learning in the digital age

Qual é o sotaque mais sexy?

Posted on agosto 6, 2014 by

sotaque sexy
Aqui na Babbel, nós adoramos abordar questões importantes. Como podemos resolver o aquecimento global? A economia keynesiana está morta? Qual nacionalidade tem o sotaque mais sexy?
*tosse*
Uma pesquisa mundial realizada com um grupo de mulheres, há alguns anos, constatou que os franceses perderam seu reinado. O sotaque irlandês é agora o número um. Adeus Nicolas Sarkozy, seja bem-vindo Colin Farrell. Um dos pesquisadores foi tão longe em seus argumentos que chegou a culpar o ex-presidente pelo declínio da popularidade do sotaque francês.
Mas, alguém quis saber o que os franceses pensam disso?
Nós quisemos! Em uma pesquisa feita com falantes franceses realizada pela Babbel, o italiano foi eleito como o sotaque mais sexy (47%), seguindo do espanhol (35%) e do inglês (33%). Na verdade, não é nenhuma surpresa que o idioma da massa, da paixão e do prosecco é que o faz mais sucesso entre os franceses. Mas se o sotaque inglês está entre os primeiros colocados, quem seriam os últimos?
Por incrível que pareça, o alemão com apenas 4%, está abaixo até mesmo do russo com 9%.
As revelações não acabam por aí. Metade dos participantes admitiu ter paquerado com alguém para aprender um outro idioma – ou pelo menos ter pensado em fazer isso.
Todo mundo ouve histórias sobre aprender idiomas para se aproximar daquela pessoa especial, mas e sobre se aproximar daquela pessoa especial para aprender idiomas? Será que o francês romântico que te convidou para jantar é, na verdade, um aluno dedicado querendo melhorar os seus conhecimentos linguísticos? E quais serão as intenções do bonitão com quem você está batendo papo no bar: somente uma noitada de gramática ou um plano de estudo completo?
Infelizmente, é difícil saber. Mas da próxima vez que você se encontrar conversando com aquela francesa deslumbrante ou aquele francês charmosíssimo que não para de fazer perguntas sobre estruturas gramaticais, simplesmente relaxe. C’est normal, chérie.
 
*Pesquisa feita em julho 2014 com 1000 participantes.
Traduzido do inglês por ***Camila Nobiling***