The Babbel Blog

language learning in the digital age

Retratos de 2015: como eles estão hoje?

Posted on January 19, 2016 by

portrait

 

Foi um grande ano para a Babbel e igualmente para alguns de nossos usuários. Ao longo do ano, eles dividiram com vocês algumas de suas histórias; agora é hora de fazer uma checagem de como anda essa viagem que é aprender um outro idioma.  

 

Clara de Munique

Nós falamos com a Clara em abril e ficamos sabendo como ela conheceu e se apaixonou pelo Gabriel, do Brasil, com quem ela se casou mais tarde. Na época, ela estava aprendendo português com a Babbel, como prepararção para uma viagem ao Rio de Janeiro em que conheceria a família do Gabriel – principalmente por causa da mãe dele, que estava aprendendo inglês para poder se comunicar melhor com a Clara.

Neste íterim, Clara e Gabriel já estão de volta de sua viagem, onde viveram momentos maravilhosos. E não apenas isso, o casal está esperando um bebê!

Andrea de Bolonha

Da última vez que falamos com o Andrea, ele estava se preparando para a segunda entrevista de emprego na Espanha. Ele se candidatou ao emprego, sabendo que tinha uma desvantagem significante – ele não falava espanhol. Com apenas três meses para aprender, ele baixou o aplicativo da Babbel e pôs as mãos na massa.

Desde que nós publicamos sua história no blog, o Andrea passou na entrevista e o emprego lhe foi oferecido. No fim, ele recusou a oferta, mas ele continua aprendendo espanhol com o mesmo entusiasmo. Ele pratica regularmente com colegas espanhóis e com uma nova amiga argentina, que aprende italiano em troca. Não satisfeito com apenas um novo idioma, Andrea agora também está aprendendo inglês e francês com a Babbel.

Eckart e Vincenzo

A história de amor entre Eckart e Vincenzo teve início on-line. Da última vez que falamos com eles, Vincenzo tinha deixado sua casa na Sicília para ir viver com o Eckart em Düsseldorf. No começo, eles usavam o inglês como língua de comunicação entre si, mas como cada um estava aprendendo a língua do outro, eles logo puderam conversar em italiano ou em alemão.

Desde nossa última postagem no blog, os dois voltaram à Sicília para uma visita, o que possibilitou a Eckart melhorar suas conversação em italiano. Apesar de ele achar que falar um novo idioma demanda muita concentração, ele está fazendo ótimos progressos e agora pode conversar sem limitações com a família de Vincenzo. Vincenzo também teve grande melhoras e continua aperfeiçoando seu alemão com aulas em Colônia.

Gianni de Florença

Da última vez que falamos com Gianni, ele tinha quase cem anos de idade. Bem, agora, ele já festejou seu centésimo aniversário e tem um centenário na bagagem.

E como é a vida aos 100 anos para Gianni? Resumindo em uma palavra: atarefada. Gianni é um escritor produtivo; ele concluiu seu novo livro Discorrendo con Eros e con Thanatos, em que escreveu dois capítulos junto com sua mulher, agora, já falecida. Ele continua aprendendo inglês com a Babbel e adorando. Evidentemente, valeu a pena: ele agora pode conversar com a babá inglesa de suas bisnetas.

É difícil aprender um novo idioma na idade do Gianni? De acordo com o próprio, não. Ele estuda “senza nessuna fatica” – “sem nenhum esforço.”

Lenel das Filipinas

Lenel, que mora em Galway, na Irlanda, é um blogueiro fervoroso apaixonado por viagens e línguas. Ele estava trabalhando na sua “bucket list” pessoal, com as coisas que ele pretende fazer antes de morrer e postava suas experiências em seu blog. Um de seus desafios é aprender francês, espanhol e italiano – o que ele continua fazendo com a Babbel.  

Da última vez que soubemos dele, ele estava ocupado, perseguindo mais um de seus objetivos nos EUA (um que envolve especificamente festas e fast food). Ele está progredindo bem no estudo dos novos idiomas e continua gostando muito, mesmo que no momento, ele não tenha muito tempo para praticar, segundo ele nos conta. A única exceção é o italiano, que ele usa com muita frequência fazendo traduções para um colega albano.

O próximo passo de Lenel? Outro desafio, claro – perseguir a aurora boreal em Tromso, na Noruega.

Andrea da Sicília

Andrea é um rapaz de 24 anos com quem nós falamos em abril sobre seu trabalho com crianças ao redor do mundo. Na ocasião, ele estava organizando atividades pedagógicas na Índia, enquanto ele aprendia português para alcançar seu objetivo de trabalhar com orfanatos no Brasil.

Desde então, ele alcançou seu objetivo e constatou que a Babbel foi de uma ajuda inestimável. Ele pôde se comunicar com as crianças e entender melhor suas condições. Em seguida, Andrea vai viajar por sua terra natal, a Itália, inspirando crianças através de sua própria história, contando como ele superou dificuldades e obteve sucesso.

Martin da Alemanha

Martin é o aventureiro destemido com quem falamos no meio de uma viagem épica de moto pela Amazônia brasileira. O fotógrafo de 36 anos continuou viajando desde então e nós o encontramos na Venezuela.

Martin passou os últimos 16 meses no Brasil, desviando de animais venenosos e atravessando terras difíceis, mas também, conhecendo o local, graças a seus conhecimentos de português adquiridos rapidamente. Ele agora quer melhorar seu espanhol com a Babbel, a fim de criar memórias duradouras semelhantes – e para perguntar sobre o caminho!

James e Anna-Louisa

No último verão, nó contamos a história de James, de Portsmouth, na Inglaterra e Anna-Louisa da Suécia. Os dois se conheceram durante os estudos em Budapeste e logo começaram a namorar. A comunicação entre eles nunca foi um problema, já que Anna-Louisa já era fluente em inglês. Mas, como um gesto de amor a ela e para comunicar-se com sua família, James decidiu aprender sueco com a Babbel.  

Neste meio tempo, o casal se mudou para Milton Keynes e está se adequando à vida profissional, o que não deixa muito tempo de sobra para James estudar sueco. Entretanto, isso não o impediu de fazer progressos: ele está encontrando novos meios de integrar o idioma em sua rotina diária – desde fazer listas de compras a ler livros infantis em sueco.  

Leave a Reply